Cabo Verde : Fórum de Viagens com Especialista Abreu

Cabo Verde como nunca o viu
Dia 14 março, pelas 14h30, realizámos um fórum de viagens onde a nossa especialista Abreu em Cabo Verde partilhou dicas e sugestões para este destino.
Cabo Verde é um arquipélago paradisíaco a pouco mais de 3h30 de avião de Portugal. A melhor época do ano para passar férias em Cabo Verde é entre junho e setembro, embora possa fazer sempre praia porque o clima é tropical com uma temperatura média de 25°C e as mudanças não excedem os 10°C. As noites são mais frias, pelo que aconselhamos sempre que leve um agasalho.

Cabo Verde é um destino de eleição para casais em lua de mel, porque além de ser um destino paradisíaco, os hotéis locais têm sempre ofertas para recém-casados. Os hotéis têm diversão para os mais pequenos, tornando este destino ideal para famílias com crianças pequenas.
Não são necessárias vacinas para visitar Cabo Verde, nem existem quaisquer taxas de entrada ou de saída no país.
Os dias podem ser preenchidos com as mais variadas excursões, que podem ser adquiridas localmente com o agente presente no hotel escolhido.

 

As ilhas
Das dez ilhas que compõem este arquipélago, há três que se destacam na preferência dos portugueses: Ilha do Sal, Ilha da Boavista e Ilha de São Vicente.

A Ilha do Sal é uma ilha de singular beleza, de mar turquesa e areias douradas que se sobrepõem à natureza árida e estéril.
A Cidade dos Espargos é a capital e a cidade com mais habitantes. Santa Maria, ao sul, é o centro turístico e onde se encontram todos os hotéis. Palmeira é uma outra pequena vila essencialmente piscatória a oeste da cidade dos Espargos.
Com o aeroporto internacional Amílcar Cabral a ilha é o ponto de chegada, partida e escala de diversos voos internacionais, sendo o principal foco de
atração turística do país.
Santa Maria situa-se junto a um extenso areal, com diversas praias onde o mar reflete uma tonalidade azul clara e límpida. Os vários restaurantes e hotéis localizados junto ao areal, disponibilizam bons serviços aos clientes. O marisco fresco como cracas, percebes, camarão e lagostas podem ser apreciados em muitos dos restaurantes. O pontão de Santa Maria é ponto de encontro todas as manhãs de pescadores que diariamente ali descarregam o peixe. É possível ver peixe como atum e outras espécies a serem negociadas e vendidas no próprio local.
A praia de Santa Maria é uma das melhores do mundo, sendo a mais conhecida de todo o arquipélago. Ao longo dos anos tem-se afirmado como um destino turístico muito desejado, tendo excelentes condições para a prática de windsurf, kitesurf, mergulho e pesca desportiva.

A Ilha da Boavista é uma das ilhas do grupo do Barlavento de Cabo Verde. De todas as dez ilhas do arquipélago, é a situada mais a leste, distando apenas a 455 km da costa africana. A maior povoação da ilha é a vila de Sal Rei.
É considerada a ilha de dunas e praias paradisíacas, onde o extenso areal é rei, banhado por águas azuis e cálidas durante todo o ano. Com grandes potencialidades para a prática de desportos náuticos, as praias da Boavista estão entre as melhores do mundo, destacando-se a praia do Curralinho e a da Cruz. A “Morna”, expressão máxima da música cabo-verdiana teve aqui a sua origem. Na capital Sal Rei encontrará vestígios de antigas salinas e de um passado rico. Visite a antiga Igreja Matriz de S. Roque no centro da vila e o Forte Duque de Bragança, situado num ilhéu rico em fauna marinha.

A Ilha de São Vicente é a segunda ilha mais populosa de Cabo Verde, localizada no grupo do Barlavento. O canal de São Vicente separa-a da vizinha ilha de Santo Antão.
O Aeroporto de São Pedro localiza-se a sul da cidade do Mindelo, o principal centro urbano da ilha e segunda maior cidade do país. Mindelo é frequentemente considerado informalmente a capital cultural de Cabo Verde.
A capital, de influências britânicas e portuguesas, alberga na sua baía o famoso e grandioso Porto Grande, marco histórico da navegação em Cabo Verde. A ilha tornou-se escala obrigatória a meio do Atlântico para navios de todo o mundo, por isso, a cidade tornou-se um centro cultural importante e cosmopolita onde a música, a literatura são cultivados. Do período áureo, a cidade do Mindelo conserva um centro histórico relativamente bem preservado, onde predomina a arquitectura de estilo colonial, sendo um bom exemplo o Palácio do Governador.
São Vicente é também conhecida pelo Festival de Música da Baía das Gatas realizado no primeiro fim-de-semana de lua cheia do mês de Agosto e por ser a terra natal da célebre cantora Cesária Évora.

 

O que fazer
Cabo Verde é um destino turístico famoso por proporcionar verdadeiros momentos de relaxamento e descanso. No entanto, não faltam opções para quem procurar agitação. O lazer em Cabo Verde está ligado à natureza dividindo-se em atividades marítimas e de montanhismo.
O “desporto” preferido de quem visita estas ilhas é o de desfrutar das maravilhosas praias de areia branca e fina e águas tépidas e azuis, relaxando na areia entre mergulhos no mar. Quem pretende mais adrenalina encontrará várias atividades náuticas que vão do mergulho à pesca submarina. Pode realizar safaris fotográficos onde pode observar espécies piscícolas, corais ou mesmo os navios encalhados na costa de Cabo Verde.
Pode ainda praticar windsurf, bodyboard ou surf. Não precisa de levar equipamento pois existem inúmeras empresas que alugam material e se for iniciar-se nestes desportos é possível contratar um instrutor.
Se o objetivo for descansar da praia, então faça um passeio pelo campo, pelas zonas montanhosas ou vales profundos. Também aqui será possível realizar um passeio acompanhado de guia. Faça uma caminhada, ande de bicicleta ou opte pelo passeio a cavalo.
À noite também não faltará animação. Comece com jantar típico ou de cozinha internacional e siga pelos bares e discotecas. Encontrará locais tradicionais com música ao vivo e também com música internacional.

 

A gastronomia cabo-verdiana
A actividade piscatória foi uma das primeiras a desenvolver-se e é um dos poucos recursos naturais de Cabo Verde. Não é portanto de estranhar que a gastronomia do país tenha uma oferta variada de peixe e marisco. Para os apreciadores não faltará lagosta, percebes, lapa, búzios e as famosas “bafas”. O atum também é frequente nas ementas, fresco, em caldeirada, cebolada ou grelhada.
O milho é a base da comida cabo-verdiana, mas utilizam-se com frequência outros ingredientes como o feijão, a mandioca e a batata-doce.
O milho é também o ingrediente principal do mais emblemático prato cabo-verdiano. Quem nunca ouvi falar da famosa cachupa? Este é um prato a não perder! Experimente com uma linguicinha picante.
Não se esqueça de provar também o xerém, o cuscuz e os pastéis de milho.
Nas bebidas o destaque vai para a cerveja e os sumos naturais, sem esquecer a bebida típica do país, o grogue, uma aguardente de cana.
Pode usufruir da gastronomia com toda a tranquilidade, no entanto no que diz respeito à água, beba apenas água engarrafada e não use gelo em bebidas fora do hotel.

 

A música e a dança
A expressão mais arraigada do arquipélago é a sua música, uma música melódica, onde a “Morna” é o seu ritmo mais conhecido internacionalmente.
Combinando música europeia com ritmos africanos e brasileiros chegam outras formas de expressão também bastante conhecidas, como a “Coladeira” ou a “Funaná.
Quanto aos músicos cabo-verdianos, é impossível não referir Cesária Évora, a famosa “diva dos pés descalços” também conhecida pela “Rainha da Morna”. Tubarões, Tito Paris ou Bana são também alguns dos nomes conhecidos e mais recentemente Mayra Andrade.
Em vários restaurantes e bares das ilhas poderá escutar os artistas locais.

 

Hora di bai
A população cabo-verdiana e a sua Morabeza (arte de bem receber) são sem dúvida o toque final para não deixar de desejar de ir até Cabo Verde. A sua simpatia e alegria contagiam verdadeiramente quem está em Cabo Verde e deixam “sodade”. Seja qual foi a ilha de Cabo Verde eleita como destino das suas férias, uma coisa podemos garantir: não irá ver a hora de poder regressar!

 

Mais artigos sobre >> Viagem a Cabo Verde

Mais artigos >> Fórum de Viagens com Especialista Abreu

Comentários “Cabo Verde : Fórum de Viagens com Especialista Abreu”

  1. maria afonso

    Adorei,há anos que desejo ardentemente eu e o meu marido fazer uma viagem até Cabo Verde…..mas…..não tem surgido oportunidade por vários fatores

    um abraço

  2. agostinho pereira

    Cabo verde, que saudades.
    Estive na BoaVista em Maio 2011 “Riu Touareg” adorei e recomendo a visita.

    abraço

  3. Freixo

    Tendo uma viagem programada para a Ilha da Boavista gostaria de saber se aconselham a trocar moeda ou eles lá recebem pagamentos em Euros (vou com o regime de Tudo Incluído).
    Se acharem que sim qual o valor que deverei levar?

    Obrigada,

    • viagensabreu

      Boa tarde Patricia, em Cabo Verde geralmente aceitam euros e há também caixas multibanco nos hotéis RIU e Iberostar e na Vila de Sal Rei. Obrigado e boa viagem!