Viagem à Gastronomia Tailandesa

“Já comeste arroz?” Nesta informal saudação, a que os tailandeses recorrem para saudar conhecidos, amigos e familiares, está bem patente a importância que a comida tem na cultura do país. É equivalente a um “Como vai isso?”, e a resposta é invariavelmente um “Já comi” ou um “Ainda não”. Muito rapidamente, essa comida está a tornar-se uma das cozinhas nacionais mais apreciadas no mundo, e já não se pode considerar desconhecida ou extremamente exótica. Ainda assim, uma visita à Tailândia é a oportunidade perfeita para a experimentar in loco e apreciar as suas mais elogiadas características: a frescura dos ingredientes, a novidade dos condimentos e a mestria da confeção.

 

 

 

Raízes

A culinária tailandesa não se desenvolveu fechada sobre si mesma. Antes pelo contrário, absorveu influências dos países vizinhos: o Laos, a Birmânia, o Camboja e o Vietname, mas também de outros mais além, como a Índia, a Pérsia ou a China. Até Portugal deu um toque no menu quando, no século XVI, através de uma cozinheira que trabalhou na corte do rei Narai, se introduziram na dieta local os fios de ovos (foi thong) ou o pudim (feito localmente com leite de coco a substituir o de vaca), além de outras sobremesas à base de ovos. Todos estes ingredientes contribuíram para fazer dos pratos tailandeses uma maravilhosa mistura de paladares.

 

 

 

Os Sabores

 

Molhos de peixe e ostras, tamarindo, gengibre, galangal (da família do gengibre, muito utilizada em todo o sudoeste asiático), ervas tais como a erva-limão, kaphrao (um tipo de manjericão), folha da lima keffir, malagueta, bambu, algas e rebentos de soja são alguns dos sabores que vai identificar nos pratos tailandeses.

 

 

 

 

 

 

 

 

Na rua

 

A street food tailandesa é reconhecida mundialmente. Em particular, Banguecoque é tido como o melhor local para comer em bancas e provar sabores incríveis por poucos bhat. Algumas são móveis e outras estão sempre no mesmo local (e algumas estão perto da água, como no famoso mercado dos “Noodles do barco” no canal perto do Monumento Vitória). A introdução recomendada aos visitantes é o grupo de bancas da estrada Sukhumvit Soi, que já de si é uma meca para amantes de boas refeições pela extraordinária variedade de restaurantes – não só tailandeses, mas também chineses, coreanos e europeus. Aqui encontra com maior facilidade menus em inglês e pratos frescos e saborosos. Já os melhores noodles da cidade encontram-se a uma centena de metros para leste da estação ferroviária de Hua Lamphong.

 

No restaurante

 

Muito em virtude dos milhares de turistas ocidentais que recebe, em termos de restaurantes, a Tailândia tem já uma enorme diversidade e grande qualidade de estabelecimentos. La Table de Tee, de um jovem chef tailandês que estudou na Europa, é um dos que mais tinta tem feito correr ultimamente pela qualidade e originalidade. A rede de restaurante e padarias Kalpapruek é conhecida de todos os tailandeses, e a loja situada no sétimo piso do centro comercial Central World é um local bem simpático para provar um caril verde ou um pad thai e terminar com uma fatia de bolo.

 

Os pratos: porque o apetite vai ser muito no final da descrição, deixámos para último o mais importante!

 

Pad Thai – Encontra-se em bancas em qualquer cidade. São noodles de arroz frito com ovo, tofu e camarão. É temperado com molho de peixe, açúcar de palma, tamarindo ou malagueta. Talvez o prato mais típico da Tailândia.

 

 

 

 

 

Geng Kheaw Wan – O caril verde é o prato mais internacional do país. Aquele que já provou no seu país de origem quem chega para uma primeira visita. Picante e fragante, a mistura de leite de coco e ervas e o acompanhamento de arroz jasmim é uma excelente introdução aos sabores do país.

 

Tom Yam – A sopa ácida mais apreciada pelo mundo fora. Aromas de erva-limão, galangal, folhas de lima kaffir e molho de peixe. A versão com gambas é a mais popular.

 

 

 

 

 

 

 

 

Som Tam – A salada de papaia verde é um daqueles pratos tailandeses que é mesmo preciso experimentar com ingredientes locais. Tiras de papaia, açúcar de palma, lima e molho de peixe são a base de um prato que exemplifica perfeitamente a filosofia gastronómica do país: equilíbrio de sabores e condimentos.

 

 

 

Khao soy – Um prato típico do norte da Tailândia: uma sopa de noodles de trigo e ovo com base de caril, leite de coco e lima que pode ser de porco, frango ou vaca. Acompanhada de vegetais em pickle.

 

 

 

 

Khao Pad Puu – Arroz frito com pedaços de carne de caranguejo e ovo frito. Uma delícia.

 

Manga e arroz peganhento – O nome em português não é particularmente apetitoso, mas o prato garantimos que sim. Arroz cozido em leite de coco e acompanhado de doce de manga. Outra sobremesa popular é banana em leite de coco.

 

Em conclusão: saia para a rua, sem medo, direito à banca mais próxima e deixe-se guiar pelos seus olhos e nariz. Comece com uma espetada satay e uma singha fresca a acompanhar e continue até estar de barriga cheia!

 

Descubra estes e outros sabores numa viagem à Tailândia com a Agência Abreu!

Comentários “Viagem à Gastronomia Tailandesa”