10 Destinos para conhecer em 2016

São cidades, países, regiões, e há de tudo um pouco: praias paradisíacas, ilhas isoladas, cidades cosmopolitas, natureza intocada, destinos originais e viagens de comboio míticas. Do país vizinho aos destinos mais remotos, eis uma lista que tem algo para todos. Comece a planear 2016 aqui!

 

 

 

 

 

 

 

 

 

1 – San Sebastián, Espanha

Já não bastava ser badalada como uma das melhores cidades do mundo para apreciadores das artes e da boa mesa, San Sebastián é, em 2016, a Capital Europeia da Cultura. Ou seja, a juntar ao Guggenheim e às estrelas Michelin, esta cidade basca vai ter muita e variada programação de espetáculos. Com os temas “Paz”, “Vida” e “Vozes” a servirem de mote, uma visita durante o próximo ano é praticamente obrigatória.

 

 

 

 

 

 

 

2 – Botswana

 

Amantes da literatura conhecem o Botswana como o cenário da bem-humorada série “Agência Nº1 de Mulheres Detetives”, de Alexander McCall Smith. Mas em breve o nome deste pequeno país africano vai andar na boca dos viajantes: está constantemente a aparecer nas listas de destinos a visitar de publicações americanas e inglesas. A razão? Estabilidade política, segurança e belíssimas paisagens, do delta do rio Okavango ao deserto do Kalahari.

 

 

 

 

 

 

 

3 – Rio Grande do Norte, Brasil

 

Razões para visitar o Brasil no próximo ano não faltam, mas para a National Geographic o destino é claro: Rio Grande do Norte. Entre as praias e as lagoas, o sertão e os manguezais, ao som do baião e do forró, não há como ficar desiludido com este cenário idílico e tão iconográfico no nosso imaginário, também à custa de telenovelas como “Flor do Caribe”.

 

 

 

 

 

 

 

4 – Nova Iorque, E.U.A.

 

Existe algum ano em que Nova Iorque não seja um destino a visitar? Dificilmente. Mas recentíssimos arranha-céus, finalizados ao longo do último ano, têm estado a alterar dramaticamente a linha de horizonte da cidade e a elevar sistematicamente os seus já de si altíssimos padrões de luxo. Isto é, mesmo quem pensa conhecê-la como a palma da mão terá muita coisa a descobrir.

 

 

 

 

 

 

 

5 – Cuba

 

Mais seis milhões: com o final do embargo, é o número de novos lugares nos seus aviões que se estima que a linha aérea entre Florida e Havana disponibilize em 2016. E mesmo que só metade sejam turistas, quer isso dizer que a outra metade serão empresários. Em suma, o rosto de Cuba vai alterar-se, e muito. O próximo ano será excelente para quem quiser testemunhar essas mudanças bem de perto.

 

 

 

 

 

 

 

6 – Santa Helena

 

Esta ilha, a que se acede após uma viagem de barco de cinco dias com partida na Cidade do Cabo, na África do Sul, inaugurou há pouco o seu primeiro aeroporto. Um destino ideal para quem aprecia sítios remotos, dramáticas paisagens insulares ou a observação de aves, mas também história: este foi o local de exílio de Napoleão (a sua residência foi transformada em museu) e também Charles Darwin por aqui passou – além, obviamente, de Vasco da Gama.

 

 

 

 

 

 

 

7 – Roma, Itália

 

Devido à proclamação de 2016 como Ano da Misericórdia pelo Papa Francisco, Roma vai ser um destino concorrido durante o próximo ano. Já está projetado um novo caminho pedonal para os milhares de peregrinos que são esperados na cidade e muitos monumentos históricos foram renovados nos últimos meses. Para conhecer pela primeira vez ou revisitar a cidade eterna, não deixe passar o próximo ano.

 

 

 

 

 

 

 

8 – Irão

 

Não é um local de turismo de massa e talvez seja esse um dos seus atrativos. Mas o Irão, onde o governo atualmente no poder é descrito como moderado, tem-se revelado um destino perfeitamente seguro para viajantes e certo é que o número de turistas ocidentais (e em especial norte-americanos) aumenta de ano para ano. Persepolis, Shiraz e Esfahan são belíssimas cidades a visitar e a simpatia dos iranianos não conhece limites.

 

 

 

 

 

 

 

9 – Dublin, Irlanda

 

Este ano a Irlanda comemora o centenário do “Easter Rising”, o evento que acabaria por pôr em marcha a independência do país, e a capital vai celebrá-lo em força. Com uma das populações mais jovens de qualquer capital europeia, um centro histórico renovado e uma zona ribeirinha de fazer inveja, Dublin assegura que qualquer visita, mais curta ou mais longa, terá sempre muitos pontos de interesse.

 

 

 

 

 

 

 

10 – Rússia, Transiberiano

 

Viagem com maiúscula. Em 2016 assinala-se o centenário da primeira viagem do Transiberiano e se estava à espera de percorrer este mítico itinerário aconselhamos a que não aguarde mais. De Moscovo a Vladivostoque, através dos Montes Urais, são sete dias de viagem e quase 10 mil quilómetros. Se quer revisitar a época dourada das viagens, em que o tempo passava mais lentamente e existia vagar para absorver a paisagem e observar os seus habitantes, esta é para si.

Comentários “10 Destinos para conhecer em 2016”